Cores de Aidê | Site Oficial

Nattana Marques

Nattana Marques Pires é percussionista desde 2016.
Dos 10 aos 12 anos fez parte de um grupo de daça jazz, e dos 17 aos 24 anos foi passista da Escola de Samba Embaixada Copa Lord, escola de samba que torce.

Em sua vida acadêmica atualmente é graduanda de farmácia, na Universidade Federal de Santa Catarina. Na mesma participou dos seguintes projetos: Projeto de extensão Acolher: Acolhimento e inserção de cotistas na UFSC de 2014 à 2016; Projeto Negras vozes de 2016 ; em 2014 no Projeto Ações Afirmativas: Ensino, Pesquisa e Extensão na perspectiva da educação das relações étnico-raciais; do grupo de extensão troca de saberes populares, com vivencias de capoeira Angola de Palmares e outras artes populares brasileiras. Projetos do Núcleo de pesquisa: vida e cuidados, estudo e pesquisa sobre a violência. E Alteritas: difença arte e educação.
Integrou a equipe de organização do III COPENE SUL Negras e Negros no Sul do Brasil: desenvolvimento, patrimônio e cultura afro-brasileira de 2017.

Ainda em 2017 integrou a bateria da escola de samba Embaixada Copa Lord no naipe de Xequerê e no ano seguinte Agogô, o qual faz parte atualmente.

Participou de oficinas e palestras de Samba Reggae com Mestres de Salvador/BA em 2016 nas duas edições de “Na levada do Samba Reggae”, e compôs a organização do evento também.

Desde de Março de 2016 atua como percussionista profissional na Banda Cores de Aidê, com o ritmo Afro-brasileiro Samba Reggae. Na banda seu instrumento musical é a marcação, fazendo a dobra de uma, também conhecido com contra-tempo.
A partir de janeiro de 2017 atua como coordenadora do naipe “contra tempo” no Bloco Cores de Aidê.